Archive for the ‘Dedo no Ar’ Category

Aves Perdidas
Setembro 13, 2019

Quem sacode a poeira dos pés, e trilha novos caminhos, se voltar para trás, reencontra aves com nova plumagem, mas mudas e perdidas dos seus sonhados ninhos!

O Amigo-Esquecido 
Setembro 13, 2019

Amigo-esquecido que de ti se afasta, dá-lhe liberdade, larga-lhe a mão, mas se o teu doce coração pedir mais, acende discretamente uma luz de presença, para que não tropece no imaginário dos seus próprios pés, e não caia no chão.

Quem… não Sabe o que Quer…
Setembro 7, 2019

Quem não sabe o quer, dizendo um sim muito fundamentado, e se volta atrás na decisão e na palavra dada, a sua determinação e honra, deixa a pessoa que acredita em si muito desconfiada!…

Fazer-se ao Largo
Agosto 31, 2019

Barquinho amarrado não se faz ao largo; é pássaro prisioneiro que não voa com as patinhas presas numa rede do telhado!

O Livro do Amor
Agosto 31, 2019

O livro do amor é um poema florido de cor com danças da natureza e abraços de mar.

Lágrimas-Feridas
Agosto 31, 2019

São feridas na corola da alegria, as lágrimas fendidas cruelmente nos tesouros do coração.

Ser Tudo e Ninguém 
Agosto 31, 2019

É tudo o absoluto que se crê senhor da verdade e do mundo, mas não vê ninguém, não escuta ninguém, não se reconhece em ninguém, não se encontra com ninguém, nem caminha com alguém!

A Boca Tapada 
Agosto 31, 2019

Tapa a boca à criança educada e dominada, a prepotência progenitora, de douto poder detentora, até ao nascer do dia da sua autonomia, em que no seu legítimo direito erga a voz da liberdade com notas de alegria!

A Inconsequente Decisão 
Agosto 30, 2019

A prudente inteligência procede a uma apurada avaliação da situação, antes de tomar uma decisão!

O Acolhimento
Agosto 30, 2019

O acolhimento é uma porta abrindo-se com as asas do coração, plantando sementes de amor nas ervas crescendo no chão!