Archive for the ‘Dedo no Ar’ Category

Olhar sem Ver
Julho 2, 2019

Quem olha para ti sem te reconhecer, ou tem um problema de visão, ou caminha na escuridão, ou padece de perturbação na memória do coração!

O Caminho Azul
Julho 2, 2019

O caminho azul é o que nos conduz à magia do melhor momento: descobrir e contemplar a luz da vida ao olhar e pegar pela primeira vez em cada rebento, fruto ou não do próprio ventre!

A Mestria do Tempo
Julho 2, 2019

O tempo é o sopro do vento, um crónico tratamento: não cura, mas dá alento!

A Poesia e a Alegria
Julho 1, 2019

Poesia e alegria são frutos da árvore da liberdade florida em todas as estações da vida: nos sorrisos palradores da ingenuidade, nos lábios rubros da mocidade, e nos olhos pálidos pela idade!

O Tirano Ramo Verde
Junho 28, 2019

A tirania do ramo verde é a noite anunciada com uivos de loba enfurecida num acampamento desordenado, humilhando o simples com raios de relâmpago para si voltados, esfregando os próprios olhos encandeados!

A Disciplina
Junho 28, 2019

A disciplina é a arte: de aprender, de saber escolher, de vencer na vida!

A Aliança
Junho 28, 2019

A aliança é uma pérola florindo na concha do teu coração, sol de verão ofuscando o metal que ostentas no tua mão!

A Permissão
Junho 28, 2019

A persistente permissão é perigosa espuma derretendo-se na tua mão, conduzindo-te de encontro à proibição escondida nas pedras caídas no chão!

A Meninice e a Velhice
Junho 28, 2019

Na meninice e na velhice tecem-se teias de quem dá os primeiros passos: cai -se e levanta-se, abrem-se os braços e equilibram-se as pernas, respira-se o vento e sobe-se às nuvens, dão-se dentadas num limão e fazem-se caretas, e ri-se com o coração.

A Memória das Cicatrizes
Junho 28, 2019

A memória das cicatrizes é a pegada deixada na escarpa da vitória alcançada!