Archive for the ‘Dedo no Ar’ Category

A Perigosa Roseira
Junho 16, 2018

Quem nasce roseira terá espinhos a vida inteira, sem olho de onda, nem pestanas floridas de amendoeira!

A Prisão do Ressentimento
Junho 16, 2018

Liberta-se e ao outro quem solta as amarras da prisão do ressentimento e se faz ao largo, sulcando a transparência das novas águas com os remos do perdão, desenhando rostos sorridentes com a amorosa e cintilante constelação do coração!

O Sublime Sentimento
Junho 16, 2018

O sublime sentimento da amizade não pode ser confundido nem usado como um mero papelão que absorve a dor e a preocupação, e que de seguida se espezinha e abandona no chão, espelhando-se numa sombra de solidão!

Pétalas de Amor
Junho 16, 2018

Que ninguém ouse esmagar a doçura das aveludadas pétalas do amor com o gélido granizo da gratidão!

As Estátuas Humanas
Maio 29, 2018

As estátuas humanas são pedras salgadas sem o baloiço das ondas brilhando nos olhos do coração!

A Lealdade
Maio 29, 2018

A lealdade é a perene manhã clara da verdade!

Natureza Nublada
Maio 27, 2018

Dormir acordado é barco navegando no porto atracado!

A Dança do Luar
Maio 27, 2018

O luar é a dança dourada da baía com os barcos a baloiçar!

Saber Tudo e Tudo Perder
Maio 20, 2018

Quem tudo quer saber só se está a perder, apagando a luz de uma suplicante vela que alguém lhe pede para ajudar a acender!

Lágrimas de Dor
Maio 20, 2018

Lágrimas de dor são pérolas de amor, balões voando do coração sem caírem, nem sentirem o calor da tua mão, fundindo-se sozinhas no azul de uma constelação!