Archive for Agosto, 2019

Fazer-se ao Largo
Agosto 31, 2019

Barquinho amarrado não se faz ao largo; é pássaro prisioneiro que não voa com as patinhas presas numa rede do telhado!

O Livro do Amor
Agosto 31, 2019

O livro do amor é um poema florido de cor com danças da natureza e abraços de mar.

Lágrimas-Feridas
Agosto 31, 2019

São feridas na corola da alegria, as lágrimas fendidas cruelmente nos tesouros do coração.

Ser Tudo e Ninguém 
Agosto 31, 2019

É tudo o absoluto que se crê senhor da verdade e do mundo, mas não vê ninguém, não escuta ninguém, não se reconhece em ninguém, não se encontra com ninguém, nem caminha com alguém!

A Boca Tapada 
Agosto 31, 2019

Tapa a boca à criança educada e dominada, a prepotência progenitora, de douto poder detentora, até ao nascer do dia da sua autonomia, em que no seu legítimo direito erga a voz da liberdade com notas de alegria!

A Inconsequente Decisão 
Agosto 30, 2019

A prudente inteligência procede a uma apurada avaliação da situação, antes de tomar uma decisão!

O Acolhimento
Agosto 30, 2019

O acolhimento é uma porta abrindo-se com as asas do coração, plantando sementes de amor nas ervas crescendo no chão!

A Frieza do Coração 
Agosto 30, 2019

Estremece de decepção a ação do amoroso ser que esbarra na arrepiante frieza do indiferente coração.

Sorriso do Dia – Acordar a Alegria
Agosto 22, 2019

Oferece-te sorrisos quem em ti acredita, e acorda a tua alegria com lábios lambuzados de amor, e mãos de luz, soprando as nuvens de dor do teu coração com beijos nas trémulas pálpebras da madrugada, acariciando o renascer do novo dia com a claridade das palavras, segredando-te doces melodias!

O Maior Amor
Agosto 22, 2019

Quem mais te ama e como ninguém sempre te amou, foi quem tudo te deu e de ti nada recebeu, nem por isso sofreu, porque nada te pediu, nem exigiu, nem esperou, mas como flor do campo cresceu, alastrou, e de inefáveis e perenes perfumes sempre te abraçou!