Aerograma N.º 35 – Cintilações da Vida

Terra da Saudade, Dia de Ventura, Mês de Luz Duradoira, Ano de Esperança

Querida BB,

Não projetes vir agora atrás das tuas memórias do passe-vite de pega vermelha, destacando-se entre o prateado do trem de cozinha pendurados na espetaria da cozinha, ao qual as tuas roliças pernocas pareciam querer chegar, pedalando agitada e alegremente na imaginária bicicleta do teu desejo! 

A madrinha também não grita pela magricela filha,  que, por ser tão transparente e nada tagarela, nem reparava nela; até as suas sonoras gargalhadas baixaram o timbre e, pensa-se que talvez por magia, tenha recebido aulas de alegria, pois ao contrário do que acontecia, agora é uma simpatia!

E eu, querida BB, não sei se te diga: ” Não olhes para a minha cansada cara”, ou se te peça que leias nela um linda história de vida, contando-te histórias de encantar com constelações a conjugar o verbo amar numa roda de sorrisos com crianças a brincar, perfumando o dia-a-dia de pétalas rosadas a dançar!

Abraço de sol laranja, acenando-te antes de mergulhar no teu/ meu/ nosso mar!

Saudades tuas, B

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: