A Jovem Clarissa

Escutei, através das silenciosas paredes brancas uma voz clara e doce, perguntando, certamente antevendo os seus generosos préstimos a alguém idoso e/ ou necessitado,:

“- Pode subir as escadas?”

Respondi afirmativamente, agradecendo, e pisei o primeiro degrau sem saber onde pararia e quem encontraria.

No cimo do primeiro piso, o sorriso iluminado de Clarissa acolhia-me! Entreolhámo-nos como se já nos conhecêssemos, e a esbelta e elegante jovem, não obstante ter a sua beleza escondida sob o tom terra do hábito, começou a prestar-me algumas informações sobre o local que me proponha visitar, encontrando-nos alegremente nalguns pontos.

A Clarissa tem nome próprio e é uma alfacinha com profundos conhecimentos da sua causa e clareza de pensamentos expressos nos conteúdos e expressões de comunicação envoltos numa peculiar alegria, abraçando o mundo como intendi e partilhei.

Por instantes, a Clarissa visitou comigo uma das praias grandes da minha aldeia cuja história não me ocorreu narrar-lhe, se bem que se enquadrasse no âmbito da sua vida.

E…

É com esta imagem regada de doçura que a trago comigo, contagiada pela sua candura, sonhando vê-la a correr na areia vestida como a conheci, sorrindo, sentindo-se beijada por Deus na brisa marinha, criança mimada e livre, amando e sendo amada!…

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: