A Menina Azul – A Língua dos Meus Ovos Estrelados

Teimam os meus ovos estrelados, felizmente um de cada vez, oriundos de galinhas criadas ao ar livre nas terras lusitanas, em falar espanhol desde que avistam a frigideira, e até parecem tocar castanholas quando o guloso “panito” alentejano se aproxima da suculenta e sorridente gema, atrevidamente sedutora!…

Debruçadas nas letras, dançam as gargalhadas da minha amiga Ana, “espanhola de gema”, ora faminta, ora já saciada com os seus dois ovos estrelados… com fatias de pão frito acompanhados, depois de uma enchente de doentes alentejanas e turistas de todos os lados, sem ter sequer tempo para pensar se, na verdade, na Ilha haveria algum pessegueiro semeado!…

Que ninguém admita que a singela ementa representava incultura gastronómica, porque a minha amiga Ana também era mestra de receitas de culinária!

E…

Nesta memória ainda sobressai o seu lindo e franco sorriso, sempre pronto para enfrentar a diversidade da vida, incluindo o apreço por pegar na tesoura, na linha e no dedal, confecionar ou modificar um vestido de noite num ápice, e estar pronta a horas para a uma receção, festa ou jantar, para o seu marido orgulhosamente acompanhar!…

Que nenhum visitante deste blogue se “amofine”, se já leu “aqui” algo análogo, porque o problema é dos linguareiros ovos, mexendo nas penas da saudade!… – Obrigada pela compreensão!

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: