Quando Eu For Grande – Sexagésimo Sétimo Desejo

Quando eu for grande, quero ser uma constelação, pegar na tua mão fria e aquecê-la no meu coração!

Quando eu for grande, quero ser um pássaro-azul, grande sabichão, e ensinar-te uma lição com uma linda canção!

Quando eu for grande, quero ser um dedo do silêncio, dizendo-te: “Não! Não!” quando abrires a boca para magoares o teu irmão!

Quando eu for grande, quero ser um Caderno de Significados de frases e palavras proibidas para consultares e não ferires as pessoas amigas – nem as outras!

Quando eu for grande, quero ser um Decreto e cobrar taxas a quem repele o outro com: “- Eu já sabia! Bem feita, não me deste ouvidos! Eu já tinha dito!”, porque nada disto é bom, nem bonito, sobretudo quando alguém está aflito!

Quando eu for grande, quero ser um lindo amanhecer, acordar as flores e a vida com bailados dos jardins e os cantos bordados de ondas, escutar o silêncio, espreguiçando-se com os galos-despertadores e o festival dos pássaros nos quintais, beijar o céu e em redor com olhos de sol, entrar nas casas com abraços, sorrir para a dança das sombras nos telhados!

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: