A Petrinha e o Pedrinho – As Línguas Mortas

– Ó Petrinha, ouviste a D. Formosa?

– Não Pedrinho! Sucedeu alguma coisa?

– Oh! Se sucedeu, Petrinha! A D. Formosa estava a dizer, meio chorosa, que agora é que ela não percebia nada.

– Nada?!… Do que se tratava, Pedrinho?

– Não sei bem, falava sobre línguas, que já não tinha idade para essas coisas, “mais a mais” línguas mortas! Até pensei que tivesse ido ao restaurante fora de hora e só houve, por exemplo, língua de vaca.

– Ah! Ah! Pedrinho, talvez a D. Formosa não estivesse a falar sobre esse tipo de língua morta, mas das não faladas, que já não se usam verbalmente.

– Ahhhh! Deixa-me cogitar, Petrinha!

– Cogita, Pedrinho, enquanto eu vou ver o significado de uma palavra no dicionário de latim, que é uma língua morta!

– Boa! Já percebi! Obrigada pela ajuda, Petrinha. Mas… o grego também é… Hummm! Aquele professor que traduziu o Homero há pouco tempo, também disse numa entrevista, apoiava a tia Lia, que o grego devia ser ensinado no ensino secundário.

– Sim Pedrinho, mas seria para efeitos de tradução de documentos antigos, um grande contributo para a cultura.

– Olha, Petrinha, eu até percebo, mas acho que não gostaria de ficar grego com tanto grego. Que grande “greguice”! E a D. Formosa? Se nem se dá bem com a língua de vaca. Coitada da D. Formosa!

– Pedrinho, talvez o seu problema seja a tradução do latim usado nos cânticos e orações de algumas celebrações religiosas.

– Ohhh! Pior ainda, Petrinha! Se a D. Formosa não percebe, como sabe o que está a repetir ou a ouvir? Coitada da D. Formosa!

– Normas, Pedrinho!

– Ó Petrinha, mas eu também ouvi a D. Formosa dizer que isso tinha acabado há muitos anos! Achas que é do tempo do véu? Daqui a pouco os véus estão na moda outra vez!

– Faltam os textos traduzidos do latim, Pedrinho!

– Latim?!… Ah! Agora entendo por que é que a D. Formosa estava tão desgostosa. “Quem não sabe latim, fica assim!” Coitada da D. Formosa! Não achas que falta um gesto no “assim”, Petrinha?

– Ah! Ah! Lá estás tu a inventar, Pedrinho!

– Não estou nada, Petrinha! “Fica assim”, como? O gesto é tudo!

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: