As Brincadeiras da Nita e do Nito – O Segredo da Nita

– Olá, Nita! Por andaste, miúda?

– Estive doente, Nito!

– Coitadinha! Estás abatida, mas até pareces mais crescida!

– Pois! Dizem todos a mesma coisa lá em casa e também na dos meus avós: que estou uma mulherzinha.

– E têm razão! Estás gira, Nita!

– Nito, que conversa é essa?

– Não sou a tua menina bonita da sala, aquela de que gostas muito. Pensas que eu não sei? Sou a tua amiga, Nito!

– Claro que és, a minha amiga, Nita! E… aquela menina… Tu sabes! É pena ela não gostar de jogar à bola, nem de estar aqui nas muralhas a ver as traineiras a chegar…

– É verdade, Nito! Nem no muro da ribeira! Ou ir ao “rebolim” com o coração aos pulos à espera dos barcos a chegar com a tripulação salva, e nem sentir o frio do vento forte a soprar nos dias de temporal!
Mas, mesmo assim, o teu coração está sempre por ela a palpitar.

– Está, sim, amiga Nita! Não to posso negar! Mas… o mar! Ai! O mar! Um dia quero andar nele a navegar, mas não é a pescar.

– Já sei, Nito! A navegar, talvez no navio escola, o Sagres, e tu muito bem fardado a pescar em seco, nos portos; é o que dizem desses navegantes.

– Pronto, Nita! Já chega! A doença deixou-te mais espertinha! Olha! Lá vem a traineira. E traz peixe, dizem as gaivotas à volta dela.

– Olho, sim, Nito! E mais logo, lá vais tu levar um peixinho ao Sr. Padre para ele e a irmã comerem. Devem gostar muito! Lá na terra deles, no norte interior, não há mar; só montanhas a tapar a paisagem do outro lado. O mar é melhor, olha-se até se perder de vista, sem segredos.

– Boa, Nita! Podias escrever um texto e inventar os segredos para além das montanhas, para entregar à nossa professora

– Pois, podia, Nito! Mas… prefiro contar-te um segredo. Queres ouvir?

– Claro, Nita! Sou todo ouvidos.

– Nito, o segredo foi um sonho que tive quando estava doente, com febre.

– Então é um delírio, Nita, mas não faz mal! Conta! Conta!

– Nito, mas tu achas que as pessoas delirantes lembram-se de tudo? Eu achava que tudo se apagava quando a febre passava.

– E pode ser, Nita, digo eu, mas conta lá!

– Está bem, Nito! Sonhei que estavam a fazer o nosso castelo! Eram muitos homens! Estavam mal vestidos, cansados e com muita sede. Uns começaram a cantar como os pescadores quando puxam os barcos muito pesados para os encalhar na ribeira.

– Uf! Já estou quase a suar, Nita! Coitados!

– Nito, eu também suava quando estava com febre! Até me lembro de me limparem a testa! Continuando… Depois apareceu no nosso castelo uma menina com um chapeuzinho de palha de fita azul, filha de um guarda que os vigiava, e deu água a muitos homens, que ia buscar a uma nascente.

– Oh! E depois, Nita?!… Depois?

– Depois um senhor de idade com umas barbas brancas disse obrigado à menina, e que ainda haveria muita alegria neste castelo, meninos a brincar, e um dia, muita gente a cantar.

– Acertou, Nita, relativamente aos meninos a brincar. Quanto a muita gente a cantar… talvez daqui a uns anos quando formos crescidos, haja algum festival. Quem sabe?!…

– Quem sabe, Nito?!… Mas as crianças também podem cantar, nas rodas, por exemplo, a apresentar uma peça de teatro daquelas da escola, e os adultos nas festas, por exemplo, nos mastros dos Santos Populares…

– Muito bem, Nita! Mas… eu ainda acho que poderá ser algum festival de música.

– Ora, Nito! Festival só o da Eurovisão! Até já apareceu uma vencedora cantar descalça.

– Ah! Ah! Ah! Nita, já estás a fazer um filme!

– Filme, Nito?!… Estás a ficar com febre; a delirar. Afinal não era um festival?!…

– Espertinha, a menina Nitinha. Bora jogar?

– Bora, Nito! Ou preferes ensaiar e começar a cantar?

– Engraçadinha, a Nitinha! Eu não sei cantar, nem dançar. Apanha a bola!…

– Atira-a, Nito! Vai começar o nosso festival! Vamos ver quem vai ganhar; eu vou marcar. Podes contar!

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: