Archive for Julho, 2017

Invenções da Imaginação
Julho 25, 2017

Quem se inventa a si próprio e com o que não é seu se acrescenta, corre riscos de revelação quando olhar para o espelho da verdade e sentir com espanto que apenas tem pés, que nem conhecem o chão!

Sorriso do Dia – A Festa do Coração
Julho 25, 2017

A festa do coração é bater doce e surpreendentemente à porta do amigo adormecido com espigas de alegria, cheirando a pão fresco, quente e fofo do Alentejo, e acariciá-lo com véus de ondas aquecidas com lágrimas esquecidas envoltas em mantos de inefáveis sorrisos, celebrando a dança das palavras com olhos orvalhados de ternura, escutando os pensamentos na sinfonia do rosto encoberto que no silêncio tudo dizia!

A Fuga Impossível
Julho 25, 2017

Omitir é agachar-se, e mentir ser descaradamente desleal, e quem com um e com o outro se habitua a trair, é trapezista entontecido prestes a cair no desamparo das malhas da sua rede, sem conseguir levantar-se, fugir e continuar a rir(-se)!

A Maldosa Indiscrição
Julho 25, 2017

A maldosa indiscrição vestida de mansidão, fere o coração, trai a confiança e mutila a risonha relação recortada de perdão!

A Ambição do Pedinchão
Julho 25, 2017

A ambição do desmesurado pedinchão é ser sempre o super campeão, estendendo constantemente a sua mão, que já está cheia, mas para si não suficientemente, em toda a parte, em todo o momento e a toda a gente, sem respeitar nem dar paz a nenhum santo, esquecendo-se de que tem de fazer a sua parte e praticar a boa ação de dar a vez ao seu pobre e modesto irmão, em vez de o atropelar com a sua falsa perfeição!

A Geometria da Baía
Julho 25, 2017

No Pontal, a luz intensa do sol pinta o mar de transparente esmeralda e emoldura a baía na diversificada geometria ora triangular, ora retangular, ora quadrada, ora arredondada, sempre pela saudade revisitada!

A Ditadura
Julho 25, 2017

No quartel da ditadura o sorriso é proibição, a verdade é falsidade e o discurso mordedura em ação!

Escolhas Executivas
Julho 25, 2017

O executivo seguro e inteligente seleciona e valoriza o colaborador competente, e o inseguro e prepotente opta pelo pouco pensante e obediente, que o enaltece e não é seu concorrente.

O Ignorante Sabichão
Julho 25, 2017

Ri-se do outro, na sua soberba ignorância, achando-se grande sabichão, o convencido iletrado, orgulhoso de si e muito inchado na sua solidão, trocando constantemente o pé pela mão.

Assimetria da Escrita
Julho 25, 2017

Geme a criatividade com o ruidoso gatafunhar de dedos engelhados de inspiração de quem não sabe soletrar as letras, nem ler as palavras, nem mergulhar nas raízes das suas essências, nem saborear o deleite das formas da escrita, nem descrever a vida com compassos de realidade na geometria da imaginação com espelhos de luz debruçados no terraço do coração!