O Espelho Quebrado de Esperança

No espelho do tempo era a mocidade sem idade festejada que sorria, era a pausada e graciosa voz que repetidamente agradecia, era a saudosa memória que paciente estremecia e docemente gemia!…

Mas…

No outro lado da linha, um ruído gelado soprando ao ouvido surgia, quebrando a reciprocidade da breve e melodiosa alegria, levantando ondas na barcaça da legítima liberdade, desperdiçando o tempo, que a esperança de vida entorpecia, exilando um breve momento que não se repetiria!…

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: