A Semente da Solidão

Planta-se a primeira semente da solidão quando, perdido na liberdade do seu ser, em vez de se caminhar de mão dada com alguém, olhando na mesma direção, se agarra cegamente a uma frágil linha de alinhavar, imaginado-a um forte e perpétuo cordão, negando a dignidade da autonomia, confundindo os circuitos da razão, perdendo-se no vazio da desconhecida multidão com muros à volta sem memórias de rostos e sem olhos de musgo ao entardecer!

Advertisements

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: