Estórias de Meninos – O Léu e a Mentira da “Gralheira”

Quando o Léu, que era um menino de falas mansas e discretas, andava na escola primária, cansava-se com o chorrilho de palavras que a “setubalona”, acabada de chegar à sua aldeia e aluna da escola feminina, invadia ruidosamente os espaços comuns, ferindo-lhe os tímpanos.

Um dia, farto de ouvir os seus desagradáveis zumbidos, disse-lhe:

” – És mesmo uma grande “gralheira”!

Ofendida na sua ostentação verbal, a menina, que já tinha uns “borrachinhos” no peito, recordava o Léu tristemente, decidiu vingar-te.
Dirigiu-se à professora do Léu e queixou-se, maldosa e mentirosa, afirmando que lhos apalpara!

A professora respondeu-lhe que não acreditava que o seu aluno tivesse cometido tal ato.

Mas…

A partir daquele dia, e não obstante a repetida afirmação de confiança da professora, ao sábado, quando havia canto coral, o Léu não integrava o grupo, ficando ao pé da mestra, pesaroso por ser vítima de uma maliciosa injustiça!

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: