Os Ecos do Coração do Alentejo!

o-silencio-da-cidade-2015

O silêncio da cidade faz eco nas sebentas barulhentas dos estudantes, com sussurros locais de gente nova e muito simpática, trepando pelas muralhas enriquecidas com a sua presença, olhando curiosa e surpreendidamente para as modernices revestidas de repetidas risadas com calças de ganga rotas, escandalizadas, compadecendo-se dos trémulos e gelados arrepios e dos suores das “torrêras”, de quem às extremas temperaturas não está habituado.

Ainda se esperam turistas de cabelo de espiga dourado, nada trigueirinhos, mas mal-encarados, e outros, vindos de todo o lado,  para o artesanato comprar, o panito alentejano, a carne de porquinho preto, e a doçaria conventual provar – e chorar por mais – os monumentos e a arte pela cidade espalhada admirar, o acolhimento lusitano elogiar, mesmo sem o ouvir cantar…

E…

Antes de alguém sair do coração do Alentejo… já a saudade começar em si a pulular, mesmo sem escutar o pulmão do litoral a respirar nas ondas do mar!

Advertisements

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: