O Tinir do Vil Metal

Pedras Negras Cativas, 2014

O tinir do vil metal, sobretudo quando se fazem contas à sua versão em papel, que é mais volumosoa e valiosa, ensurdece a inteligência, empobrece os valores afetivos e entorpece os passos e os gestos criativos, deixando condenados e cativos os que se esquecem e/ou desconhecem a riqueza da partilha do amor, ecoando versos felicidade!

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: