E Espontaneidade

O Meu Mar Atropelado, 2016

A espontaneidade…

É a dança de flores do campo, soltando pérolas orvalhadas de doce mar salgado!

É o voo de cavalo alado, descobrindo grutas recônditas no mundo das estátuas!

É o grito de liberdade, acariciando a vida com chilreios risonhos de crianças!

É o poema de sorrisos, subindo degraus de nuvens tecidos de estrelas acordadas!

É a sinfonia de alegria com carícias de vento nas vozes ondulantes dos búzios!

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: