O Despertar da Manhã

Manhã de Luz,  2015

De manhã, a aurora acorda apressada e segue as vozes que a chamam, deixando atrás de si os ecos moucos da noite perdida, acariciando os cantos de: ping-ping, batendo à janela, que se escancara com tic-tac de alegria!

De manhã, a luz sopra no coração do vento, no peito dos barcos e bate à porta das casas com canções de búzios, acordando as crianças com sussurros de fantasias, mergulhando os telhados no dia com mãos douradas de suave sol, vestindo as paredes de sorrisos de primavera, dançando com as heras floridas!

De manhã, o tambor de esferas brilha nos sulcos esvoaçantes das gaivotas sobre as águas, soltando ondas de alegria na voz musicado do mar, ecoando hinos de alegria nos jardins, estremecendo os rochedos, acarinhando os rostos salpicados de areia com sorrisos!

De manhã, o sol retoca as cores das rochas com finos dedos dourados de brilhantes anéis de esmeraldas, e os chorões deitam-se silenciosos para escutar os segredos do mar!

De manhã, os pescadores içam as redes, cantando o: ó-ri-bo-lé, rebolando as mãos escondidas nas ondas atrevidas, e as gaivotas fazem rodas à volta dos barcos, baloiçando-se ao sabor dos saltitantes peixes de prata!

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: