Aerograma N.º 23 – Saudades!

A Costa Saudosa, 2015

Meu Querido e Saudoso Tio,

Este não é um daqueles aerogramas que te escrevia, pelo menos semanalmente, animando-te, confortando-te e encorajando-te nas dolorosas provações do dia-a-dia, aos quais me respondias com as descrições das agruras da guerra de África, das peripécias da caça ao javali, com as confidências da solidão, dos amores e desamores, repassados saudade, estendendo a mão à esperança!

Nada posso contar-te que não saibas, porque acredito que tudo vês, e com olhos de luz!

Escolhi esta imagem da nossa costa, toda ela com pegadas do avô, tuas, de todos e até minhas, de menina, quando não ia às cavalitas do melhor contador de histórias do mundo, instalada no mais firme trono, quase tocando o céu, segura, grande, feliz!

Saudades, saudades, muitas saudades tuas, meu irmão mais velho! – todos temos, menino dos teus irmãos, pai e avô biológico e do coração, marido de uma vida partida, tio, primo, cunhado, Amigo!

Obrigada pelo teu Amor!

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: