O Torrão de Mel

Altar do Alentejo, Évora, 2015

À porta da igreja, a vendedora ambulante atraia os turistas com fortes e incisivas pancadas de um cutelo no torrão de Alicante.

“- Receita caseira, com mel, de “mi madre” – dizia, enquanto colocava igual número de cubos desiguias em saquinhos de plástico atados com um nó.

Os curiosos e gulosos “hermanitos” paravam, olhavam, hesitavam…

” – Um, dois euros, dois, três euros!” – apregoada a voz clara e apelativa com sorrisos sobressaindo do seu farto decote, indiferente ao atrevido ventinho, brincando aqui e ali com umas gordas e graciosas e gotas de chuva!

E…

Os saquinhos iam saindo, e outros pendurando-se num ganchos para fazer crescer água na boca dos turistas, e euros no bolso do avental!

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: