A Garrafinha da Pagizinha

A Garrafinha da Pagizinha, 2016

Um dia, quando visitei a Pagizinha e ela já me acompanhava à porta como lhe é habitual, a minha afilhada levou a mão à cabeça, deu um salto impulsionador de um grande sorriso, e pediu-me:

– Espera! Espera! Tenho ali uma coisa para ti!

A sua mãe e eu entreolhámo-nos cúmplices e silenciosas, estupefactas com a sua jubilosa espontaneidade e súbito desaparecimento.

De repente, como se tivesse asas nos pés, a Pagizinha já estava junto de nós.

Os seus olhos pareciam dois sóis radiosos de alegria, enquanto as suas mãos me estendiam orgulhosa e delicadamente um presente, que mais se me afigurou um troféu: esta linda garrafa, fruto da sua inspirada imaginação!

– Toma! Toma! – repetia, sorrindo, chamando pelos nossos sorrisos. É para ti! Toma! Leva e põe ao pé das outras coisas que fiz para ti!

Aceitei este tesouro com um grato, terno e prolongado abraço, feliz!

A vida está cheia de pueris delícias, e há fontes donde brotam cristais de luz talhados por Jesus nas pequeninas, hábeis e sábias mãos das crianças-gigantes na abundância de quem dá, enriquecendo quem recebe!

Muito, muito Obrigada Querida Pagizinha! Gosto tanto de ti, sempre! És o maior e o mais belo presente!

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: