O Cantarinho e a Biquinha

A Voz do Mar Ondulado, 2014

Há dias a entardecer precocemente, e cântaros de boca aberta à espera de sentir o canto da água fresquinha da biquinha a brincar consigo de manhãzinha!

– Bom dia, cantarinho!

– Bom dia, biquinha! Estás a ver o sol?!… Que horas são, biquinha?!…

– Não sei, cantarinho! Não olho para o céu, porque não consigo fazer um repuxo, nem para o sol, porque sou envergonhada; ele é que costuma fazer-me festinhas com as suas mãozinhas douradas! E… não consigo ouvir o relógio da torre, porque estou sempre a cantar!

– Pois, pois! Conversas de menina, biquinha! E o que queres a esta hora, se já me passou a sede?!…

– Não digas isso, cantarinho! Tive de lavar a carinha a uma menina que estava a chorar, coitadinha!

– Coitada da menina, biquinha!

– Coitadinha, cantarinho! Mas… não querias cantar contigo?

– Já não quero! Obrigado, biquinha!

– Não sejas mau para mim, cantarinho, que sou tão fresquinha cantadeirazinha! Anda cá!

– Não vou nada! Prefiro ouvir o silêncio, e já não tenho calor! Obrigado, biquinha fresquinha cantadeirazinha!

– Está bém, cantarinho educadinho! Mas, se quiseres ficar aí sossegadinho, eu peço à minha caninha para se espreguiçar e chegar à tua boquinha!

– Agradeço-vos, se conseguirem!

– Plim! Plim! Chape! Chape! Grrreee! Grrreee! B de bom! O de olho! C de cantarinho!

– B de Bom Dia! O de onda! Olha aquela! Ah! Ah! Ah! E B de biquinha!

– Ai, cantarinhoooo! Que engraçadinho! Bebe aguinha fresquinha, mais um golinho!

– Estou quase cheiozinho, a deitar por fora, e antes que fique todo molhadinho, vou-me embora!

– Ó cantarinho, não podes ir! Falta-te uma anca feminina para te levar, pôr-te a dançar com o seu andar, e a cantar: chaque, chaque, chaque!

– Então, fico aqui, ao pé de ti, biquinha, canta-me então uma cantiguinha!

– Ai, cantarinho, já esfrego o olhinho de tanto olhar para o mar! Mas vou cantar baixinho e… cogitar! Talvez te consiga embalar!…

– Embala, embala, biquinha com o teu cantar, que eu vou sonhar até a noitinha me chamar para com as estrelas, a lua e talvez a salgada brisa conversar!

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: