A Entrega do Presente da Pagizinha

A Gentil Arte da Pagizinha, 2016

Caía o entardecer.

Quis saber como se encontrava a minha amiguinha Pagizinha.

Bati à porta.

O pai veio abrir, informando-me de que a mãe estava a dar explicações e a menina de cama, doente!

Lamentei e dispunha-me a regressar a casa para não incomodar quando, de súbito, e antes que pronunciasse qualquer palavra, sentimos uma sombra saltitante.

Sorri para a linda imagem que tinha na minha frente: uma linda cabeleira desgrenhada, um pijama com predominância de cor-de-rosa, uns biquinhos de pé descalços, uns olhinhos brilhantes, mais amendoados do que o habitual, e um sorriso falante, estendo-me, espontânea e determinada a sua mãozinha:

– Ouvi a tua voz! Toma! Fiz para ti! Isto são os totós. Cuidado com o laço amarelo. Se cair, vem cá que eu ponho outra vez!

Mal consegui agradecer, porque a minha afilhadinha doentinha, como a rapidez com que nos surpreendera, já voltara para a sua caminha!

Desta vez não tinha escolhido o lugar onde ficaria a sua peça de arte manual feita com a pueril sensibilidade do seu lindo coração, mas… eu levei-a comigo para o quarto, não para estar ao meu lado, mas de frente para mim!

Muito, muito Obrigada, Minha Querida!

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: