Na Sala de Aula com a Vitória e o Vivaço – O Regresso da Doce Aavisah

Contos de Criança

A Professora aproximou-se da porta da sala de aula. Não ouviu o habitual burburinho dos alunos. Parou e pôs-se à escuta, preocupada. Reconheceu duas vozes: uma feminina e outra masculina, que se alternavam no discurso.
Percebeu que a Vitória e o Vivaço se dirigiam à atenta plateia.

Deu mais uns passinhos discreta e silenciosamente, e juntou-se aos espectadores, com um pé dentro e o outro fora da sala.

Vitória – Naquela bela manhã, estando o cavalo branco a descansar no jardim, a certa altura o galhardo cavaleiro acariciou-o e disse-lhe assim:

Vivaço – Não penses só em comer, engasgas-te sem querer e não podes correr!

Vitória – O cavalo relinchou e abanou a cabeça, manifestando a sua concordância perante a preciosa recomendação do seu dono!
Depois deu uns passos e olhou para o céu, agitado!
O cavaleiro Eurico seguiu as sábias indicações do seu companheiro de tantas aventuras e… ficou estupefacto!
O manto celestial parecia ter uma fenda com fluxos dourados onde começava a vislumbrar-se uma figura humana!

Vivaço – Mas, o que é aquilo?!… – questionou o galhardo cavaleiro, ficando de boca aberta. Parece-me…

– A Professora! – exclamou o Leonardo em voz alta, apontando para a porta!

Agitação na sala: os alunos, uns corados, outros contendo o riso, acorreram para os seus lugares; só a Vitória e o Vivaço permaneciam de pé.

A sorridente professora deu mais uns passos e gracejou:

– “A Professora?!…” – o que é que esta alma quereria do tão galhardo Eurico?

Risada geral!

Vitória – Desculpe, Sr.ª Professora. Ontem o Vivaço e eu encontrámo-nos numa festa de batismo…

Vivaço – Uma grande seca, Sr.ª Professora! Desculpe! Um aborrecimento! Ainda bem que ela teve uma ideia… mourisca-vitoriosa – interrompeu o Eugénio, o Vivaço, apontando, sorridente, para a colega.

Professora – E que ideia foi essa, Vitória? Queres contar-nos, se faz favor?

Vitória – Sr.ª Professora teremos todo o gosto em continuar, não é Vivaço?

Vivaço – Temos, pois! A Sr.ª Professora vai ter uma surpresa. Quer ver?

Professora – Quero ver com os olhos da imaginação e escutar com muita atenção. Entre em cena o cavaleiro Eurico.

Vivaço – Parece-me a minha doce Aavisah, mas… tão pequenina e… agachadinha como se diz nas terras das mouritas! Realmente, ela esconde-se sob a forma de uma estrela para me mostrar os caminhos, porque a iluminação pública está cada vez mais fraca e escassa!
Vou chamá-la! Talvez o vento meu amigo lhe leve a mensagem!

Vitória – A figura humana, ia-se desenrolando e mostrando as lindas formas de uma mulher, aproximando-se da dimensão real!

Vivaço – É ela, pois! Minha bela e doce Aavisah, vinde! Por onde andastes desde que me deixastes só e adormecido. Espero-vos com saudade imensa!

Vitória – A bela mulher parecia indiferente ao apelo do galhardo cavaleiro, mas… nem uma agulha bulia, pois o vento tinha ido de férias enrolado numa nuvem para os lados de Porto Côvo, dissera-lhe a Benfazeja, uma gaivota-amiga muito bem informada!

Vivaço – Não me ouve, certamente! – lamentava-se o pobre Eurico. Tento mais tarde! Mas… eis que ouve o seu telemóvel a tocar!
Atendo ou não atendo?!… – questionava-se, olhando para as armas!

Vitória – Voltou-se para cima novamente! A sua doce Aavisah estava cada vez mais próxima, por isso, podia ver claramente que ela tinha um “buizinho” ao ouvido!

Vivaço – É ela, a minha doce Aavisah! Mas… não lhe vejo o… umbigo! Recatou-se! Tirou o top que tinha vestido antes de me abandonar, certamente. Que quererá dizer-me?!…

Risada contida na sala de aula.

Vitória – O cavaleiro Eurico pegou no telemóvel e sentiu-o estremecer!

Vivaço – Dever ser ela! – cogitou. Só pode ser ela! Mas… não ouço nada! E… agora?!…

Vitória – Chamou, aflito, pelo seu cavalo branco.

Vivaço – Flecha, flecha! Tens alguma amiga que perceba de telemóveis! Sabes que sou contra estas modernices, mas faz-me falta!
Oh!…feixes dourados da minha bela Aavisah a fazer um desenho com pedaços de nuvem.
O que é aquilo?!…. Parece-me uma castelo! Estarei a ver bem?!… E… aquelas garrafas?!…

Vitória – A Benfazeja, a gaivota-amiga, apercebeu-se da ocorrência e tranquilizou o galhardo cavaleiro com estas palavras:

Benfazeja – É o castelo de Palmela! E… os garrafões são para… – imitou a Vitória numa vozinha fininha.

Vivaço – Para encher de água do castelo?!….

Benfazeja – Não, galhardo cavaleiro! Para ir à pipa e encher de vinho!

Soaram contagiantes gargalhadas na sala. Depois a professora fez um sinal de silêncio.

Vivaço – Ahhhh! Já sei! Palmela foi a Cidade Europeia do Vinho 2012! E… consegues ver mais alguma coisa, gentil Benfazeja?!…

Benfazeja – Não, galhardo cavaleiro! Mas o meu gaivotão está a acenar-me com a asa, e… pela música da pena a dar a dar, está a dizer-me que… ela te aguarda à porta do castelo!

Vivaço – Então?!… Também não consegues receber a mensagem, Benfazeja?!…

Benfazeja – Pschiu!… Tem ruído! Oh! Parece o vento a assobiar!

Vivaço – Talvez seja o vento! A minha doce Aavisah está a atravessar o astro!

Benfazeja – O astro, galhardo cavaleiro?!… Ohhhh!

Vivaço – Porque te surpreendes, Benfazeja?!…

Benfazeja – Então “O Astro” não é uma telenovela brasileira?!… Ouvi a tia Peixeira a comentar na praça!

Vivaço – Ohhh! Não me digas que Portugal já está a ser telenovelazado?!… Será que os descobridores esqueceram-se de trazer os romances radiofónicos, e os brasileiros aproveitaram-se?!… Tenho de consultar o Saraiva! E… sobre a mensagem?!…

Benfazeja – Vou transmitir-vos, Garboso Cavaleiro, mas, parece que vem aos solavancos!

Vivaço – Solavancos?!… Ou será a prova antecipada da pipa?!…

Nova estrondosa gargalhada encheu a sala.

Professora – Muito bem, Vitória e Vivaço! Entreguem-me esta parte da peça por escrito, e quando vos disser, farão a apresentação da segunda.
Vamos dar matéria nova.

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: