O Bom Dia e a Boa Noite

O Lago na Primavera, Haia, 2015

– Olá!

– Quem és tu?

– Eu sou o Bom Dia! E tu quem és?

– Eu sou a Boa Noite! Mas… olha lá, tu não estás atrasado?!… Agora é a minha vez!

– Tens razão, Boa Noite! Eu devia estar a dormir, porque a madrugada acorda-me muito cedo, antes do galo cantar, mas…

– Mas… não percebo por que ainda estás aqui, Bom Dia! Andas à procura de alguém?

– Ando, pois! Como é que adivinhaste, Boa Noite?

– Não sou adivinha, Bom Dia, mas estás com uma carinha de quem não… não viu o sol hoje!

– E… não vi! Andei o dia todo a correr, e a sentir frio, mas… ouvi dizer que o sol da manhã vinha visitar-te à noite, disfarçado, claro, por isso vim até aqui! Ele há chegou? Hummm! Que sono! Não me dou com a escuridão! Mas… aguento-me!

– O sol dourado da coroa prateada ainda não chegou! Mas.. podes esperar por ele! Senta-te ali no terraço! Fica à vontade, Bom Dia!

– Ó Boa Noite, sento-me no terraço a fazer o quê? Nem posso dar os bons-dias a ninguém, porque já não são horas!

– Ó Bom Dia, então devias ter dado de manhã! Agora fica para aí a olhar para a lua e a contar as estrelas! Também podes ver os barquinhos na baía, mas… como o mar está a embalá-los, podes ficar com mais sono ou adormecer!

– Não dei os bons-dias, porque não me foi possível! E… olha que fiquei triste! Nem consegui dizer que o bom dia era pequenino, mas muito amiguinho, ou que o sol devia sorrir para o dia mesmo que ele lhe fizesse caretas, porque podia ter dormido mal, ou estar mal disposto, ou a fazer contas com o tempo! Podia ser que ele lhe achasse graça, e… também sorrisse! Era bonito, não achas Boa Noite?

– Não percebo muito bem essas conversas, Bom Dia! Conheço melhor a galdeirice da passarada da noite!

– E eu conheço melhor o chilreio da passarada da madrugada, Boa Noite!

– Agora tenho de ir tapar as crianças que têm frio!

– Ohhhh! Mas … Boa Noite, gostava tanto que me contasses uma história das Mil e Uma Noites! Olha, até podia ser só de uma só noite ou de um bocadinho da noite, mas… com fogo de artifício ou pirilampos, por causa do escuro!

– Lamento, Bom Dia, mas agora não posso! Voo!

– Voa, que eu não vou! Fico aqui à espera do sol! Até me parece que já sinto os seus raios a chegarem aqui! Boa noite!

– Boa noite também para ti, Bom Dia!

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: