A Pagizinha e o Amor

A Pagizinha

Querida Pagizinha,

Trarei aqui as nossas memórias do dia em que me visitaste para veres a minha Árvore de Natal, e também mostrarei aos entes mais queridos, aos conhecidos e aos desconhecidos o lindo presente que carinhosa e artisticamente fizeste e me ofereceste, para o qual continuo a achar insuficientes as palavras de agradecimento, se bem que tenha a certeza que sentiste o meu coração a bater de alegria quando nos abraçámos!

Minha querida, hoje, que é um especial dia para mim, ecoam o calor da expressão dos inefáveis afetos quando assertiva e vivamente me disseste com sorrisos de luz no teu olhar:

” – Os meus pais amam-me muito, e eu também os amo!”

Pagizinha, o amor dos nossos pais é eterno, maior do que os nossos corações juntos, porque sai deles para nos abraçar carinhosa e constantemente, principalmente quando nos chamam a atenção e nos contrariam, porque estão a ensinar-nos a sermos melhores, a vencer, a crescer!

E…
Eles também sabem quanto os amamos, porque sentem esta chama que sai do nosso peito e que os toca sempre, dá-lhes alegria, felicidade e força para viver todos os dias, tal como eles a nós!

E…
Quando algum deles já não está perto de nós, continuamos fiéis a esse amor, que a saudade, mesmo que deite lágrimas, nunca apaga!

Vive o amor, minha querida, como Jesus ensina e os teus pais dão tão bom exemplo, e tu retribuis repassado de delicada e subtil sabedoria!

Beijinhos amorosos da tua madrinha do coração!

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: