A Ternura Florida da Criança

Canteiro de Chorões, 2015

– Tome, Sr.ª branquinha! São para si!

– O que é isto, menina tão magrinha?

– São flores! Não gosta, Sr.ª branquinha?

– Gosto! São tão pequeninas, coloridas e perfumadas! – respondeu a boca da triste cara enrugada.

– E aveludadas! Toque, toque, Sr.ª branquinha, para sentir! Sabe? As flores são meninas delicadas, menos as bocas de lobo, que podem dar-nos dentadas! Mas as outras, não! São amiguinhas das pessoas boas, e até gostam de fazar-lhes cócegas no nariz, para eles se rirem! Quer ver?

– Não é preciso, obrigada! Eu sei, menina boazinha! E… ainda gosto de cócegas! Fazem sorrir!

– Está bem, Sr.ª branquinha! Quer saber onde apanhei as flores?

– Hummm! Deixa-me adivinhar! No jardim da tua avó! Ou terá sido no caminho para a Costa do Norte? Ou perto do Rio da Moura?

– Frio, frio, Sr.ª branquinha!

– Então, menina lindinha?

– Não adivinha! Apanhei-as no canteiro do coração, porque foi ele que me disse para vir aqui, colhê-las ali nos valados, e depois olhei para a Sr.ª Branquinha e percebi que eram um presente para si! O coração é um grande sabichão, não acha?

– Acho, sim, menina boazinha! É como uma estrela que nos guia, mas, às vezes, também temos de ouvir a razão.

– Nunca tinha pensado nisso, mas vou pôr o meu ouvido à escuta, Sr.ª branquinha! Obrigada!

– Obrigada, digo-te eu, menina lindinha! Feliz Ano Ano!

– Obrigada, Sr.ª branquinha! Feliz Ano Novo!

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: