O Conforto da Infanta Eva

Malmequeres Brancos, 2015

” -Tia, quer chá? Chá, tia? Chá, tia? Chá? Chá?” – perguntava terna e insistentemente a infanta Eva, acenando a cabecinha afirmativamente, mostrando os seus dentinhos de leite, abraçando a chorosa tia mergulhada na tristeza da sua viuvez ainda morna.

E… não obstante a gesticulada e engasgada resposta negativa, abraçando com calorosas lágrimas o pueril corpinho, o copo de chá surgiu vitorioso na mão da prima, perante os sorrisos de luz, brilhando nos olhos da doce infanta de tenros três anos!

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: