Histórias de Fantoches – Um Dia com o João, 6.ª Página

O Fantoche João

Depois da sobremesa, o pai dirigiu-se à família e disse-lhe:

– Agora vamos ao nosso jogo diário: história ou frase?

– História, história, história! – responderam as meninas e a mãe.

– Frase! – afirmaram em coro os rapazes e o pai.

– Para desempate, sugiro frases e história; eu posso contar uma e a Joaquina e a Juliana ajudam-me. O pai, o António, o Carlos e o João dizem as frases. Quem estiver de acordo, põe o dedo no ar – propôs a mãe.

E como todos concordaram, começou o jogo.

– As crianças têm o direito de brincar para crescerem saudáveis – declarou o Sr. Francisco.

– É preciso inventar candeeiros a petróleo com pernas, e lanternas e velas com asas, que acendam com o pensamento, para ninguém cair quando falta a luz – afirmou o João.

– As pessoas que fumam ao pé das crianças não pensam na sua saúde; se calhar não gostam delas, mas o nosso pai gosta muito, porque quando fuma o seu cigarrito vai para o quintal, quer faça sol, quer faça frio – retorquiu o António;

– As moscas têm de ir para a escola dos animais, para aprenderem que não podem poisar na comida das pessoas, porque podem causam-ljes doenças – disse o Carlos.

– E agora nós, meninas – incentivou a mãe.

– Era uma vez um lindo menino de olhos…

– … azuis iguais ao meu vestido de sair ao domingo, e cabelos louros como os da avó Lena! – concluiu a Juliana.

– … enroladinhos no dedo da mãe quando lhe canta cantigas para ele não estar triste, porque é muito mimosa e chorão. – acrescentou a Joaquina.

– … quando não pode vestir o fato macaco para… – desafiava a D. Luzia.

– … ir para a oficina do Mestre Chico, porque primeiro tem de … – apressou-se a Juliana.

– … aprender muitas coisas na escolar: ler, escrever, e… – afirmou a mãe.

– … para saber ler nos livros como são os motores e as peças que precisam – declarou o pai. E…

– … fazer contas muito bem para não se enganar, nem a si, nem aos clientes – gracejou o António.

– … e também vai precisar de desenhar peças novas. – afirmou o Carlos.

– E este menino, que tem uma linda família, um dia vai ter barba … – prosseguiu a mãe.

– … loura e músculos como o pai – completou a Juliana com um sorriso.

– … e ter força para levantar pesos, carregar e montar peças. – disse a Joaquina.

E agora vamos adivinhar como termina esta história?

O João já sabe o nome de muitas ferramentas e de marcas de carros.
Como é que te parece que vai correr a sua primeira experiência como mecânico na oficina do Mestre Chico?

Ah! E lembra-te de que o João tem de praticar exercício físico, de preferência em grupo, porque os carros têm voz de lata e palavras de metal, por isso, não se percebe o que querem dizer, e ele gosta muito de conversar.

E se espreitasses para dentro do baú de chocolate e contasses às irmãs do António, do Carlos e do João que tesouros estão guardados lá dentro? Experimenta e diverte-te!

Beijinhos da Maria

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: