A Menina Azul – A Pueril Oração

A Menina Azul

Quando a Menina Azul era pequenina, num dia em que estava a jogar à apanhada com as estrelas que o sol atirava para o mar, olhou para trás, não viu ninguém, tirou o seu chapéu e disse baixinho:

“- Menino Jesus, dê-me um bico de passarinho para eu dizer todas as verdades como se estivesse a cantar; ponha, se faz favor, a mão na minha boca quando tiver de me calar, e ofereça-me um presente de Natal: um chapéu-de-chuva de brincar, invisível e fofo, para ninguém se magoar, que se abra sempre no meu coraçanito para o proteger das pessoas que lhe queiram bater e das setas do mal! Obrigada!
Agora já posso ir brincar!”

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: