As Brincadeiras da Nita e do Nito – A Estrelinha à Minha Janela

A Janela da Muralha

O mês de Dezembro apresentava-se risonho e os dois amigos tinham encontro marcado no local habitual.

– Olá, Nito-Amigo! – saudou a menina com um grande sorriso, escondendo algo atrás das costas. Hoje vamos fazer um jogo do faz de conta, queres?

– Olá, Nita-Amiga! – respondeu o menino com uma graciosa vénia. Não gosto muito da ideia, mas hoje estou bem disposto. Podes começar.

– Menino, abre a tua mão! Abre! Toma esta estrelinha que o céu azul deixou na minha janela!

– Mas… ela é tua, menina! E… achas que não me queima?

– Não! Leva-a contigo junto à tua pedrinha branca, lembras-te?!… Ela vai chamar por ti, sorrir-te ao amanhecer e vai mimosear-te até ver-te adormecer!…

-Oh! Mas, menina… eu não posso sorrir o dia inteiro! Tenho de estudar!

– Podes, podes, menino! Estudas com um sorriso a florescer no teu peito!

– Hum! Gosto, menina! E… achas que não me encandeia?

– Não, menino! Leva-a contigo junto à tua pedrinha branca, e ao teu livro de História, na tua pasta!…

– Hum! Gosto, menina! E… achas que não me aquece?!… Não quero andar por aí corado como uma menina envergonhada.

– Não, menino! Não sejas parvo, Nito! Também ficas corado quando jogamos à bola.

– Hum! Gosto, menina! Gosto de jogar à bola, claro! E… achas que ela não me pesa muito na bagagem?!…

– Não, menino! Ela é leve como uma pétala de girassol.

– Hum! Gosto, menina! E… achas que ela não vai incomodar-me?!… É que eu tenho muito que fazer, muitos caminhos a percorrer, muitos mares para navegar!… Ainda sou tão novinho!

– Não, menino! Ela vai ritmar os teus passos e sua melodia só te vai incentivar!…

– Hum! Gosto, menina! E… achas que ela não me vai tirar o apetite quando estiver a almoçar, a lanchar a jantar?

– Não, menino! Leva-a contigo junto à tua pedrinha branca, ao teu livro de História, à tua caixa de aguarelas, aos teus cromos, na tua pasta, e senta-te à sombra da laranjeira.

– Hum! Gosto, menina! E… o que é que eu faço à sombra da laranjeira?!….

– Ó Nito, tiras o bloco de notas do bolso, e… escreves! Escreve como sentes e sabes!…

– Só isso, Nita? Não posso escrever tudo. E os meus segredos?

– Nito, guarda os teus segredos no esconderijo do teu jardim suspenso!…

– Boa, Nita-Amiga! Eu levo a estrela, mas olha que ela é gira para colocares na tua janela na noite de Natal!
E agora vamos dar uns chutos na bola?

– Vamos, Nito-Amigo! E obrigada por teres entrado neste jogo!

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: