O Pescador da Bóina Preta

A Ilha dos Sonhos, 2015

 

Sentado numa pequena rocha rugosa e seca, debruçado sobre o que fora a sua casa flutuante durante longos e árduos anos, o pescador de bóina preta pensava em voz alta, num tom quase imperceptível para quem por ali passasse na ânsia de se aproximar do mar, de sentir-se tocado pela sua força, de respirar o seu perfume…

Um terno e grato sorriso de mar infinito, meu companheiro de uma vida!

Uma praia com pegadas dos meus primeiros passos e dos meus filhos!

Um barco com avanços e recuos na persistente e paciente navegação!

Uma rede com malhas largas e estreitas para as pescarias a cintilar!

Uma bóia com muitas irmãs pelas noites coloridos de perspicácia!

Um búzio com vozes partilhadas do mar ecoando ao meu ouvido!

Uma baía de alegria com destino marcado de lutas e regresso!

E…

Recordando as venturas e desventuras, o pescador de bóina preta suspirava pelos  sonhos, pelos medos e pelos segredos guardados no regaço das estrelas…

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: