A Menina Azul – Quando Eu Nasci…

A Menina Azul

Eu nasci… alegre!

Era uma menina azul como o dia, que brilhava, que também nascia, e que sorria!

Os meus pais estavam muito contentes por eu ser uma menina como gostariam!

No dia em que eu nasci, estava maresia, pois ainda era inverno, mas só por mais uns dias!

Ouvi o mar dar saltos de alegria, e percebi logo que ele queria brincar comigo!

Fiquei feliz por ter um grande amigo, que morava mesmo ali ao meu lado!

Pestanejei, e sorri para dentro!

Sim!

No dia em que eu nasci, eu já conhecia o sorriso, e sabia que iríamos esconder muitos segredos!

Não me lembro de ter ouvido o vento, que tão bem canta e assobia!

No dia em que eu nasci, escolheram-me um nome muito bonito!

Mas, os membros mais carinhosos da família acrescentaram-lhe -ita!

E iam-lhe roubando vogais, mas rimava com alentejanita!

E eu cogitava… “Quando eu for grande, ainda vão chamar-me Rita!”

No dia em que eu nasci, apaixonei-me logo pelo doce sorriso do meu paizinho, e pela sua terna e sábia serenidade!

Quando ele segurou na minha “manita”, encheu-a de pérolas do mar e de chaves, para eu abrir as portas do sol à primavera da vida!

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: