O Acrescento…

Sombras, 2014

Há sempre um  acrescento para tudo!

Um acrescento na minissaia, que, por falta de tecido, até pode ser uma rendinha preta, que fica bem com tudo!

Um acrescento à boa noite com mais um beijinho, com mais um abracinho, com mais uma festinha ou… com uma simples palmadinha!

Um  acrescento a uma despedida: Anda cá! Fica! Fica! Não vás! Deixa-me ir contigo! – muitas súplicas capazes de constituir um perigo!

Um acrescento a um gesto ou palavra menos correta! Desculpa! Foi sem querer! Não era isso que queria dizer! Não leves a mal! Perdoa-me!

Um acrescento ao abrir a porta: Entre cá para dentro! Não faça cerimónia! Faça favor de entrar! Ou… Não precisamos de nada, passe bem!

Um acrescento à carteira com o parco troco, com uma gorjeta ou com um cupão de desconto do supermercado, valioso, por sinal!

Um acrescento à sopa ou ao guisado com um pouco de água ou mais uma batata, quando é preciso pôr mais um lugar à mesa!

Um acrescento a uma mão estendida com  um sorriso, ou com um beijo social, atirado ao vento ou que cai no chão sem fazer barulho, porque era oco!

E…

Um acrescento na dimensão física com dedos de sol, projetando gigantes!

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: