O Poder do Cinto e da Escova

Entardecer de Esperança, 2014

O cinto do homem segura-lhe as calças, mas não a sua cobarde agressividade.

Tira-o orgulhosa e animalescamente para usar a sua força e infligir dor e sofrimento nos mais fracos, preferencialmente nas mulheres e nas filhas, até cansar-se.

A escova de fatos tem poder análogo, mas cabe nas mãos das progenitoras, e dizem as “feras” desnaturadas que tem a vantagem de  não ficarem com as mãos a arder!

Atos violentos não honram quem os pratica, não educam as vítimas, e ainda lhes traz gravíssimos traumas – porque será que  os descendentes têm, mais tarde ou mais cedo, de recorrer a consultas de especialidade para conseguirem conviver com estes problemas? Quem está / é doente?!..

Que se trate a insanidade mental e se dissipe a violência!

Que se trate a família com respeito e se cultive o amor!

Que se trate a criança e a mulher como pessoas e não como objetos!

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: