Sentidos Lisboetas

O Tejo, 2014

Há olhos curiosos, mergulhando no reino das Tágides perdidos no seu musicado encanto, navegando na imaginação dos barcos que deslizam, pintando as águas com majestosas penas de cisne!

Há bocas mudas, bebendo o canto do Tejo com taças de nuvens, transbordando de surpreendente beleza, molhando os lábios com borbulhas da História, sorvendo o prazer no voo das gaivotas abraçadas pelo Cristo Rei.

Há pés parados, calçando sandálias apressadas da Menina-Lisboa, descobrindo as fragatas portuguesas rendilhadas de venturas, escorregando nas lajes de artificies calceteiros, perfumando-se de manjericos, de castanhas e de sardinhas assadas…

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: