O Alentejo na Cidade Grande

Elétricos, 2014

O Alentejo visita a cidade grande, e desvia-se assustado da correrria desenfreada dos carros, e das pessoas apressadas, que parecem camiões prestes a atropelá-lo.

Depois,  para e contempla fascinado os serenos elétricos com pupilas dilatadas habituadas a perderem-se na vastidão da planície.

No seu rosto de papoila desperta um sorriso de onda-menina.

Na sua mão obreira amadurecem espigas de alegria.

No seu olhar verde marinho reflete-se a manhã dourada.

Na sua voz ecoa o canto arrastado e o sulco dos barcos.

No seu  pulsar a sintonia com a canastra de Maria Varina.

E… no “Graça 28” paira a curiosidade e a graça de onde fica e por onde passa.

 

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: