A Minha Aldeia e os Sinais de Mau Tempo

Nuvens Anunciadoras 2013

Na minha aldeia, toda a gente percebe os sinais anunciadores de mau tempo:

– o pescador da boina preta franze o rosto desanimado para as desalvoradas gaivotas em terra, cantando roucas e repetidas melodias de vendavais;

– o gaiato do boné chora, porque o vento chuta-lhe a bola para fora da imaginária baliza sem lhe pedir licença;

– a jovem entendida em química declara com ar grave e convicto que ouviu o sino fora de horas, garantindo que ele – o mau tempo – está a levantar-se;

– o vendedor de castanhas diz que ele – o vento – está a soprar daquele lado, e que o melhor é recolher, antes que caia uma chuvada;

– a menina rabina bate o pé, porque a mãe não a deixa ir andar de bicicleta, porque ouviu o boletim meteorológico;

– a dona de casa, com o pesado saco das compras na mão, acelera o passo, pois não tarda as maganas das nuvens desatam a chorar, e fica com a roupa que deixou no estendal toda molhada;

– o Jacinto olha para o céu e sorri, dizendo à sua Maria que uma aguinha vem a calhar para regar a horta!

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: