Archive for Dezembro, 2012

O Sonho de Tule no Palco
Dezembro 29, 2012

Um sonho de tule by lusografias

As meninas do sonho de tule, e um resistente menino de calças de cetim preto, apresentaram o seu esvoaçar harmonioso em público, ele mais firme no passo e nos gestos, denotando a diferença de género!

As bailarina mais pequeninas nem sempre se encontravam sintonizadas com a música e umas com as outras, pois algumas estavam inocentemente mais preocupadas em vislumbrar os sorrisos ternamente orgulhosos da plateia, e outras, uma em particular, distinguiam-se pela agilidade, pela expressão corporal e pela interação!

Uma outra menina de tule conseguia integrar o grupo das maiores na sua fina destreza, contrastando no tamanho, mas distinguindo-se no desempenho – o seu rabinho de cavalo ondulado parecia aplaudi-la constantemente!

No final da exibição, a mais pequenina das meninas diria à professora, engolindo alguns sons, que tinha gostado muito de dar saltinhos!

A Seni mostrava o seu sereno equilíbrio de biquinhos de pé, a Flor revelava segurança na concentração do seu rosto, a Lu representava a beleza técnica com elegância, a Sa e a So, dois exemplos do sonho de tule, deliciavam quem admirava o seu deslizar!

Todos os sonhos de tule,  e as calças de cetim preto, e até os coloridos balões abraçados aos pulsos mais pequenos agradeceram os calorosos e merecidos aplausos do público!

Crescer e Ter Asas
Dezembro 28, 2012

Sulcar Caminhos, 2012

Crescer, subindo montanhas, fazendo escaladas, caindo, levantando-se, recomeçando dói, e recompensa, enriquecedendo o ser humano, mas ter asas e não saber voar aniquila!

 

Os Sorrisos das Estrelas
Dezembro 28, 2012

Baía da Muralha, 2012

Quem não consegue ver o sorriso das estrelas saltitando com pezinhos azuis no firmamento, como pode admirar os raios de sol a dançar numa baía, ou o canto da chuva, ou descobrir o brilho das flores num rosto iluminado de uma criança?!…

Aceitar Convites da Vida
Dezembro 28, 2012

DSCF0226 copy

Não gostar de comerações é reconhecer-se na diferença, e aceitar os convites da vida, é adaptar-se, mimoseando todos com a sua presença, colhendo doces carícias, deixando-se lambuzar pelos beijos das crianças!

Vozes de Crianças
Dezembro 28, 2012

A Voz do Mar do Norte, 2012

As vozes das crianças são ecos sorrateiros dos sussurros dos adultos, surgindo suspensos de surpresas com sorrisos!

Habitantes da Casa do Ser
Dezembro 28, 2012

Mar Rochoso Iluminado, 2012

Cada casa do ser: o castelo de ilusões, o jardim dos duendes, o muro pintado de heras é um mundo habitado pelos fantasmas do medo de ser grande e feliz, da dor da deceção e do sofrimento, e da exclusão da sociedade, do sucesso, da supremacia de pés de areia movediça!

Mas, na casa branca do ser há: flores perfumando vasos de alegria, árvores crescendo em sabedoria, baús de ouro de amor brilhando nas pedras preciosas de ternura, barcos sulcando mares de felicidade, e sorrisos de criança percorrendo a vida com alegria!

A Alegria do Olhar
Dezembro 28, 2012

DSCF0153 copy

A alegria do olhar é o romper do sol na tranquilidade do teu rosto, beijando as nuvens brancas!

Dar, Receber e Crescer!
Dezembro 28, 2012

A Sombra Florida, 2012

Ensina-se  a dar com a generosidade, aprende-se a receber com a humildade e cresce-se a partilhar com a alegria refletidas na melodia das palavras, na grandeza dos gestos, no solfejo do sorriso, brotando das fontes do jardim florido das essências do ser.

A Liberdade da Festa
Dezembro 28, 2012

Festival de Verão, 2012

A festa somos nós, livres orquestras de alegria, tocando o mundo com o ritmo do coração, fazendo despontar uma flor num bago de areia salgada, expandindo-se com festinhas sorridentes de mãos dadas com os encantos da vida!

Castelos de Sonhos
Dezembro 28, 2012

Verão Despindo-se, 2012

Não construas castelos com alguém, para depois derrubá-los como se fossem de areia deixados à mercê das ondas devoradoras de alegria, e de pés impiedosos até que deles nada reste!