O Esvoaçar Livre das Flores da Minha Aldeia

Flores brancas e rosa - 2012 by lusografias

As flores brancas e cor-de-rosa da minha aldeia, estas flores, costumam deixar cair pétalas de saudade, uma a uma, quando olham para a porta da frente à espera de um menino cujos pés há muito não andavam.

Há pouco, no silêncio e quietude da noite solitária, ouvi-as chorar baixinho! Parei e fiquei a observá-las comovida! Estavam abraçadas, e desenhavam um nome no céu iluminado pela lua cheia, e desprendiam-se dos ramos prisioneiros, seguindo uma estrela com rosto de menino, inteligência de homem e coração de criança, saltando, dando cambalhotas, correndo, correndo, correndo sorridente, alegre  e livre para os braços amorosos, reconfortantes e saudosos dos pais!

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: