Archive for Março, 2012

A Distância da Existência
Março 25, 2012

Árvore-Cachos de Primavera, 2012

Entre a vida e a morte não existe distância, porque todos os dias se nasce na alegria e se morre na tristeza.

O Banco Solitário da Cidade Amarela
Março 22, 2012

Na cidade amarela, todos os dias o banco solitário estava à minha espera!
Ele sabia que à hora do almoço nos encontraríamos. Às vezes, de manhã cedinho quando a frescura acariciava as árvores, as crianças corriam alegremente para a escola, e as mais pequenas choramingavam por deixarem as mães.

O banco solitário era o maestro das árvores! Logo que me avistavam do seu trono, avisavam-no, e… começavam a ensaiar a música com a qual harmoniosamente me receberiam.

Quando o vento aparecia sem ser convidado, surpreendendo-nos, as árvores assobiavam e dançavam com a folhagem umas das outras, e eu ficava a admirar os seus passos, que mais me pareciam abraços! Mas, se o ritmo musical era mais intenso e inebriante, fechava os olhos e seguia a música em voos mágicos.

Eu não podia sentar-me no banco solitário, porque ele, o maestro, estava sempre de pé, mas percorria o parque da paz vestida de notas musicais com os olhos dilatados de verde, tonalidade que só as crianças sensíveis descobriam quando me olhavam inocentemente, e o sol iluminava o meu rosto!

O banco solitário continua à minha espera, saudoso como eu!

Um pássaro azul segredou-me que lhe limpou uma lágrima, e que as árvores deram as mãos, folha a folha e o abraçaram, e ouviram o eco de um soluço vindo da praia!
E… só o banco solitário sabe que o soluço era meu!

O Meu Filho, Meu Namorado
Março 22, 2012

Onda de Tule, 2012

– Mãe, eu sou o teu namorado!

– Filho, tu não és o meu namorado! Um dia, encontrarás a tua namorada!
Tu és o amor imenso, a mais bela floresta viva do meu mundo, o mar de amor onde mergulho e nado todos os dias da minha vida, a praia com pegadas de alegria onde te espero sempre com ondas que te abraçam, te aquecem e te refrescam!

O Sorriso Triste da Lu
Março 22, 2012

– Tia, porque é que não és minha tia de verdade?

– Porque sou a tua tia do coração! É o grandioso laço do amor que nos une!

A Elasticidade das Palavras
Março 22, 2012

O Surf na Escola, 2012

As palavras devem ser medidas, porque são elásticas, esticam-se, soltam-se, regressam, e… magoam-nos!

As Decisões e o Coração
Março 22, 2012

Despertar, 2012

As grandes decisões vêm do coração, e são tomadas pela mão da razão!