O Carrinho

– Cheguei ao parque, estava sozinho! Olhei à volta, nem um amiguinho! Fiz o regresso devagarinho. Entrei na garagem, fiquei fechadinho. Senti um arrepiozinho, nem vi um vizinho! Faltou-me o calor de um acenozinho! Suspirei e falei baixinho: Que solitário carrinho! Se eu fosse um burrinho, davam-me carinho.

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: