Dedicatória e Dedicação – 4.ª Página

Deus presenteou este casal com o nascimento de uma menina no dia 12 de Maio de 1963, a criança da fotografia no dia do seu baptismo ao colo da avó materna, a bondosa D. Maria, vestida de amor com a arte das prendadas mãos da madrinha – a “menina” Antónia que neste dia adquiria o grau familiar de comadre.

Esta criança aproximou ainda mais os grandes amigos, pois a menina precisava de bons ares para crescer saudável.

O alegre convívio das comadres e as confidências dos compadres nos passeios de carro pela costa, ou de todos a pé, as festas partilhadas – aniversários, passagens de ano e outras de carácter familiar, além das locais – estreitaram os seus laços.

Ampararam-se reciprocamente nas vicissitudes, fortaleceram-se nas doenças e confortaram-se nas despedidas dos que iam partindo.

A B(…), frágil, mas preservando o seu humor alfacinha, tenta recompor-se da ausência do marido, continuando a escolher a sua terra de eleição para passar, frequentemente, alguns dias na sua casa à beira-mar – herança de uma tia do cônjuge -, enquanto a comadre honra o seu espírito de mulher lutadora e vencedora, convivendo sem preparar farnéis, lavar a roupa do marido perfumada de mar, comer os camarões que ele apanhava com o prazer de vê-la a saboreá-los…

E eu contemplo-as e ofereço-lhes flores de amor e carinho, acenando para o céu donde brotam sorrisos agradecidos.

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: