Uma Menina Linda – 5.ª Página

A Linda Menina-Mulher apercebeu-se do decorrer dos anos com o envelhecimento e a doença dos pais, que tratou paciente e amorosamente e de quem se despediu dolorosamente.
Sofreu, chorou, quis partir com pai, mas ergueu-se no meio dos destroços da solidão e continuou o seu caminho, corajosamente!

Naquele dia, que amanheceu carregado de nuvens de sonhos destruídos, a Menina-Mulher encontrava-se sozinha num edifício frio de destinos e amplo de ansiedades.
Quis Deus que ela e a amiga-pérola partilhassem o mesmo espaço, no mesmo dia e na mesma hora, movidas por objectivos e sentimentos comuns.
Olharam uma para a outra com surpreendente alegria de crianças, engasgadas, mas simultaneamente seguras, confiantes, solidárias.

Depois dos desenlaces, continuaram a sorrir, trémulas, perante os jogos da vida e a pequenez do mundo, agradecendo a benção do seu encontro, e regressaram à sua cidade, contemplando o mar, companheiro dos anos inocentes e verdes das suas vidas, a quem confidenciaram os acontecimentos do dia e entregaram os sentimentos desfeitos.

Despediram-se estreitando os laços de amizade, fazendo-se ao mar da vida, navegando ao sabor da bonança, arrojadamente.

E a Linda Menina-Mulher continuará a ser uma Linda Pessoa, uma pérola até ao infinito!

Anúncios

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: