Archive for Julho, 2008

Em Busca das Crianças
Julho 23, 2008

Na rua, nas salas de espera, nos supermercados, nos jardins e à beira

dos lagos e dos mares faltam o choro, as gargalhadas e as corridas das

crianças, que a população idosa preenche com o olhar perdido no

horizonte das suas recordações e uma mão cheia de estórias que

ficam por contar e perpetuar.

Anúncios

Pais e Mães / Tios e Tias
Julho 23, 2008

Crianças de Mão Dada

Existem muitos pais e mães:

– os biológicos;

– os “de criação”;

– os que amam;

– os que maltratam;

– os que se importam;

– os que não querem saber;

– os tolerantes;

– os tiranos;

– os “faz de conta” – é como um pai/uma mãe para mim;

– os laborais – chefes e afins;

– os “profes”;

– os governantes.

Dependência Paternal:

– os pais/educadores dependem da nação, das instituições, dos patrões e das hierarquias;

– os filhos/educandos dependem dos pais/educadores;

– os animais de estimação dependem do humor dos pais;

– os brinquedos dependem do que os filhos podem e sabem fazer com a sua imaginação.

Os tios e as tias têm um estatuto intermédio, mais tolerante, mais equilibrado, mais compreensivo, mais companheiro e mais “fixe”, porque são livres de tomar determinadas decisões.

A Criança e o Brinquedo-Amigo
Julho 23, 2008

As crianças precisam de ter um brinquedo-amigo – peluche, boneco,

carrinho, etc. – com o qual possam falar, sentirem-se ouvidas, serem

respondidas no seu imaginário e estabelecerem uma relação afectiva.

No Nevoeiro
Julho 19, 2008

Nevoeiro em S. Torpes, 2012

Nos dias de nevoeiro, as crianças-anjos brincam às escondidas, sopram bolas de nuvens sobre os homens, rebolam nas folhas das árvores proibidas e lambem os frutos, batem palmas e acordam a natureza, tapam os olhos ao Sol, riem para as pessoas tristes, afastam a bruma e guiam os pescadores, fazem uma roda à volta do mundo e cantam melodias que só alguns escutam!

Língua Afiada
Julho 19, 2008

Idosos

Língua afiada, cortante, desenfreada, sempre de fora, porque de tão seca, lá dentro não faz nada, e não pode ser mordida, senão alguém morre envenenada.

Chora!
Julho 19, 2008

Coração de Amor-Perfeito

Chora baixinho ou soluça, mas chora, sem vergonha, porque as lágrimas lavam as mágoas.

“Eu Sou Portuguesa”
Julho 16, 2008

Sorriso

“- Eu sou portuguesa! Eu sou portuguesa!” – repetia uma senhora alemã com a mão direita sobre o peito e a alegria deste “sentido” profundo de ligação ao país que elegeu com o marido para berço dos seus filhos, há mais de vinte anos, e o apego ao solo alentejano onde decidiram assentar o seu lar, cultivar a terra, criar animais, plantar flores!

Pagamentos Indevidos
Julho 16, 2008

O Vento

Os empregados trabalham e os ricaços e convenientes amigos da patroa pagam-lhe directa e pessoalmente os serviços prestados por outrem com louros de ouro para ornamentarem o seu braço ou o pescoço, que ela ostensiva e desrespeitosamente lhes exibe – que vergonha!

Chuviscos e Derivados
Julho 16, 2008

Menina a Ler

Rolam chuviscos nos rostos surpreendentemente felizes, caem as primeiras chuvas nas bochechas dos infantes, chove nas carícias das despedidas e há chuvadas nos corações dos tristes, desfavorecidos e injustiçados.

Trincadela Apressada
Julho 16, 2008

É proibido comer nos transportes públicos! Mas, onde pode um motorista idoso e madrugador dar uma trincadela apressada e furtiva no farnel que a sua “patroa” amorosamente lhe preparou, antes de abrir a porta do autocarro aos impacientes passageiros?