Archive for Abril, 2008

O Encanto de um Encontro
Abril 29, 2008

Hoje o sol entrou sorridente num espaço triste e sombrio, brilhando num rosto de olhar doce, irradiando luz e alegria e perfumando-o de mensagens de verdadeira Amiga! – Obrigada!

Anúncios

Dama de Papel
Abril 29, 2008

O Vento

A dama de papel inclina-se – pende como uma flor ao sabor do vento – perante o senhor, bajula-o e acena a cabeça concordante como uma marioneta, mas o homem é instável como o tempo e, quando começa a chuviscar, o trono de areia desfaz-se, e o rei sem reino nem coroa procura abrigo numa corrida, amarrotando o papel inútil e atirando-o para a poça que ambos escavaram…

Vaidade e Inteligência
Abril 29, 2008

Dedo no Ar

O espelho da vaidade aumenta a imagem do ego distorcido, mas a luz da modesta inteligência apaga peneiras e retrata o real e verdadeiro, projectando-os no mundo para um bem comum.

Divisão
Abril 8, 2008

Menina ao Vento

07/12/22

Um bolo inchado, vestido de tentador chocolate, com aroma quente, preparado a pensar numa pessoa, mas que acabou por ser repartido e satisfazer muita gente, dentro e fora do concelho – “ Ele há coisas!”

Oportunismo
Abril 8, 2008

Idosos

O oportunismo é uma mazela fétida, que empesta sobretudo o seu pobre usufrutuário.

Reencontros
Abril 8, 2008

Paz

08/04/03

Reencontro paralisante com um encantador espaço físico cujo crescimento das plantas floridas e principalmente da palmeira do amplo jardim interior transportam magicamente a saudosas e longínquas reuniões em que a presença de uma tímida e sorridente jovem se destacava no meio de homens importantes e sábios, que hoje lhe acenam de outra dimensão.

O eco de uma voz amiga a chamar-me, um encontro inesperado, um sorriso e um abraço iluminados de felicidade!

Vencer
Abril 2, 2008

Mocho Sábio

Continua a atravessar jardins e a plantar árvores por onde passas, caminhando com firmeza, olhando para a frente e para cima, indiferente às cambalhotas dos cardos cobardes que vais encontrando.

Mãe, Deixa-me Crescer!…
Abril 2, 2008

Sol Dourado

08/04/01

O despontar de um corpo de menina, que a amorosa mãe teima em não deixar crescer, vestindo-lhe o fato de desporto…

Imprudência
Abril 2, 2008

Coração de Amor-Perfeito

Não corras atrás do impossível, só por que o desejas, pois mais vale a consciência – do ser e do poder – do que a imprudência!