Um Pedaço de Noite

Menina ao Vento

O desejo de saber como estava a temperatura algures noutro país europeu, desencadeou a necessidade inadiável de sair de casa para carregar o telemóvel.
O prazer das carícias da brisa fresca na noite silenciosa, as ruas desertas, as folhas das árvores a espreguiçaram-se antes de adormecerem e a vigília dourada dos candeeiros envolveram o meu ser e conduziram os meus passos, que queriam caminhar, caminhar, receosos que estes momentos mágicos fossem interrompidos…
Foram quarenta e cinco minutos fabulosos para ir logo ali, um abraço escaldante cujo bafo perdura na mente e nos sentidos – obrigada!

There are no comments on this post.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: